Recebemos de Deus o dom da vida e enquanto peregrinamos aqui na terra vamos cumprindo a nossa missão correspondendo à vontade de Deus. Em nossa vida aprendemos a falar, a comer, a ler, a andar, a trabalhar e tudo o que está ao nosso alcance de ser aprendido para crescer na vida. Desde a infância até a chamada “melhor idade” estamos em constante aprendizagem.

Um dos aprendizados fundamentais ensinados por Deus é o amor, não só ensinou como também encontramos na definição de que “Deus é amor” (1 Jo, 4, 8), ou seja, faz parte da essência de Deus amar. Um amor tão profundo que transforma, dá um novo sentido no ato de viver. Percebamos a necessidade de amar porque desde a infância fomos chamados a amar aqueles que nos deram a vida e fomos amados. E não para por aí. Tantas outras pessoas surgem em nossa vida e vamos aprendendo a amar. Eis que através do amor verdadeiro é que acontece o ato da transformação. Mas, de fato, transforma o que? Acontece a transformação no amor porque há uma entrega total ao amado.

Observemos a Sagrada Escritura, nela encontramos que Deus, em seu infinito amor, entregou seu Filho para morrer na cruz para nos salvar. O Filho encarnado, Jesus Cristo, amou aqueles que se encontravam à margem da sociedade. Portanto, se Deus que é nosso Pai é amor, logo nós, vossos filhos precisamos ser e viver no amor.

Eis que o amor transforma a vida e também transforma a dor, não no sentido de não existir ou de sumir a dor. Quando olhamos para uma cruz logo a identificamos como um sinal visível do amor. Assim também a cruz que carregamos é sinal de amor. Precisamos aprender a carrega-la na presença de Deus, porque só assim é que será possível de carrega-la onde encontramos um novo sentido no sofrimento.

O amor transforma, basta amar verdadeiramente. Se queremos ser felizes encontrando sentido na vida, principalmente no sofrimento e na dor, amemos e nos deixemos ser amados.

O amor de Cristo nos uniu!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *