Empoderamento

Publicado por Ana Paula Ferreira em

Sobre esta palavra tão falada e tão ouvida nos últimos tempos. Sobre o empoderamento das mulheres.
Neste dia da mulher. Olho para os meus dois maiores exemplos de mulher e vejo de onde vêm seus poderes.
Começando pela menor, Francisca, minha mãe. Mulher humilde, de silêncio, aparentemente sem muito poder. Seu poder estava no amor. Sua arma era o amor. Quando se via fraca e sem poderes diante do mundo, rezava. Seu poder era a sua fé. A fé que trouxe a ela conhecimento, paz, felicidade, e tudo que não passa. Tudo o que é eterno. Quando morreu, comentavam no funeral sobre a herança que ela deixou: amor, doação, fé, evangelização.

Agora a mais poderosa. Maria, Mãe de Deus. O título dispensa apresentações. “Kkkk”, “Lacrou!”, como dizem hoje em dia.
Mas é libertador notar que o poder de Maria está em sua infinita humildade. Nunca agiu como rainha, mas como serva. Ela confiou cegamente em Deus. Ela soube silenciar. Ela soube perdoar, mesmo diante da Cruz. Não se exaltou, não proferiu palavras de maldição. A pura e doce, forte, humilde e linda Maria. Por isso seu nome abala os infernos. Porque Ela sabe que seu poder está em Deus, em um dia ter dito sim aos Seus planos.

Mulheres, onde está nosso poder? O que estamos buscando?

Neste dia especial para as Mulheres, lembremos daquelas que lutaram, até morreram, para que hoje possamos ter liberdade e poder. Sei que para muitas ainda falta. Lembremos e façamos uma prece por estas também. E para as que já são ou se sentem “empoderadas”, o que vamos fazer com o “poder”, espaço e liberdade conquistados?

“Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça. E TUDO o mais vos será acrescentado” (Mateus 6, 33).

Feliz dia minhas irmãs!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *